Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.

A série é uma pesquisa em andamento desde 2015, que procura rearticular antigas narrativas sobre os períodos de imigração em São Paulo, a partir de uma desconstrução de narrativas tidas como oficiais, contidas em materiais de ensino público e privado. O livro Retalhos da Velha São Paulo (Geraldo Sesso Junior) é utilizado até hoje como material e fonte de pesquisa para alunos de história em escolas públicas e particulares de São Paulo, mostrando uma visão caricata, positivista e equivocada sobre o advento da imigração nas cidades de São Paulo, apagando fatos importantes ocorridos ali, que mudaram os rumos do desenvolvimento paulista, além de deixar marcas profundas culturais e religiosas. A pesquisa buscou através de alguns “personagens” citados no livro, uma investigação do ponto de vista destes que foram também atores deste processo histórico, fundamental nesta construção. Os trabalhos tem em sua base arquivos orais coletados durante os meses de pesquisa nestes redutos de imigração, aparecem sob a forma de fragmentos perdidos, objetos, documentos, fotos, entre outros, que foram trocados por objetos pessoais do artista, esta ação é simbólica e funciona como um vinculo imediato, que é o motor importante do trabalho ( nota: o que é oferecido, é aceito - Os povos ameríndios de diversas partes do mundo tem neste ato da troca uma significação de contato e relação de confiança) e ampliando as possibilidades de entendimento de uma história apagada por narrativas e discursos estabelecidos pelo poder do Estado( se fazendo valer do ensino) e do processo capitalista. Silêncio nas indústrias Órion S/A, Milicianos no Largo da Concórdia, Cruzeiros e Santas Cruzes, Dito das Graças entre outros, nomeiam algumas obras desta série, que são uma espécie de retrato expandido de cada caso, de cada estória contada e recontada sucessivas vezes. Os trabalhos são pintados com um pigmento branco da linha do horizonte para cima, sugerindo uma espécie de anulação, de apagamento, de embranquecimento onde acima desta linha tudo deixa de existir. ou foi apagado para que se possa agora seguir para o proximo passo, e assim sucessivamente como um cômodo de uma casa ou um recinto comum, que ao operar esta ação abre espaço para o "novo", onde a cor branca simboliza entre muitas coisas, este modelo estético predominantemente ocidental que também higieniza de forma fria e efetiva.

——————
Structures for invisible boundaries, 2016. 

is an ongoing research since 2015, which seeks to reorganize old narratives about initial periods of immigration in São Paulo / Brazil from a deconstruction of narrative taken as contained in official public and private teaching materials - The book Snips of Old São Paulo (Geraldo Sesso Junior) is used today as material and research source for history students in public and private schools in São Paulo, showing a caricature, and positivist quite mistaken view about the advent of immigration in the cities of São Paulo, erasing important facts that occurred there, that changed the course of the São Paulo development in addition to leaving cultural and religious deep marks. The research sought through some "characters" mentioned in the book, an investigation of their real stories that were lost in public archives, local informal and personal files of several families, direct descendants of the characters mentioned in the book of Geraldo Jr. Gesso. In this way the oral files collected during the months of research in these immigration corridors, today preserve lost fragments, in the form of objects, documents, photos, among others and that were exchanged for other personal objects of the artist who carries with him a small museum - this action is symbolic and functions as an immediate link, which is the important motor of the work (note: what is offered, it is accepted - Amerindian people from different parts of the world have in this act of exchange a meaning of contact and trust relation ) And expanding the possibilities of understanding a history erased by narratives and discourses established by the state power. Silence in industries Orion S / A, Militiamen in Largo Concordia, Cruises and Holy Crosses, Dito das Graças, among others, nominate some works from this series, which are a kind of expanded portrait  in each case, stories told and retold successive times.The works are painted with a white pigment, in horizon line upwards, suggesting a kind of annulment, of erasure, of whitening where above this line all ceased to exist. or has been deleted, so that it could start "from zero”, as the living room of a house, that when operating this action opens up space for the new, where the white color symbolizes among many things, this predominantly Western aesthetic model which also cleans in a cold and effectively manner.




Guasca e o Sacerdote - série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.
grafite, carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel vegetal, documentos e objetos antigos. 170x160cm
-------------
Guasca and the Priest - series, Structures for invisible borders in 2016.
old documents, objects, graphite, charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper. 170x160cm





Guasca e o Sacerdote - série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
grafite, carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel vegetal, documentos e objetos antigos. 170x160cm
-------------
Guasca and the Priest - series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
old documents, objects, graphite, charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper. 170x160cm



Guasca e o Sacerdote - série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
grafite, carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel vegetal, documentos e objetos antigos. 170x160cm
-------------
Guasca and the Priest - series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
old documents, objects, graphite, charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper. 170x160cm
Cruzeiros e Santas Cruzes / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, e caixa antiga de cigarro, peça de porcelana e mariposa . 35x42cm
-----------
Cruises and Holy Crosses / series, Structures for invisible borders in 2016.
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, and antique cigarette box, porcelain
piece and butterfly. 35x42cm







Cruzeiros e Santas Cruzes / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, e caixa antiga de cigarro, peça de porcelana e mariposa . 35x42cm
-----------
Cruises and Holy Crosses / series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, and antique cigarette box, porcelain
piece and butterfly. 35x42cm









Cruzeiros e Santas Cruzes / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, e caixa antiga de cigarro, peça de porcelana e mariposa . 35x42cm
-----------
Cruises and Holy Crosses / series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, and antique cigarette box, porcelain
piece and butterfly. 35x42cm



Silêncio nas indústrias Órion S/A / série Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, moldura antiga, e peça de porcelana. 75x75cm
----------
Silence in the Órion S/A industries / series Structures for invisible borders, 2016.
charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, antique frame, and porcelain piece. 75x75cm


Milicianos no Largo da Concórdia / série Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.
carvão, lapis dermatográ co e pigmento mineral branco sobre papel, quadro antigo, e peça de porcelana. 25x43cm 
-----------
Militiamen in Concordia Lake /  series Structures for invisible borders in 2016.
charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, antique picture, and porcelain piece. 25x43cm


Dito das Graças / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016.
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, quadro antigo, facas em aço, e peça de porcelana. 50x58cm
-----------
Dito das Graças / series, Structures for invisible borders in 2016.
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, old frame, steel knives, and porcelain piece. 50x58cm




Dito das Graças / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, quadro antigo, facas em aço, e peça de porcelana. 50x58cm
-----------
Dito das Graças / series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, old frame, steel knives, and porcelain piece. 50x58cm




Dito das Graças / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016. (detalhe)
carvão, lapis dermatográfico e pigmento mineral branco sobre papel, quadro antigo, facas em aço, e peça de porcelana. 50x58cm
-----------
Dito das Graças / series, Structures for invisible borders in 2016. (detail)
Charcoal, dermatographic pencil and white mineral pigment on paper, old frame, steel knives, and porcelain piece. 50x58cm





Marcha número 03. / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016-17.

tinta branca sobre objeto trocado, grafite, giz, carvão, lápis dermatográfico sobre papel e peça em porcelana. 1.50 x 50 cm

———-

March number 03., from the series Structures for invisible borders, 2016-17

white paint on exchanged object, graphite, chalk, charcoal, dermatographic pencil on paper and porcelain piece. 1.50 x 50 cm









Marcha número 03. / série, Estruturas para fronteiras invisíveis, 2016-17. (detalhe)

tinta branca sobre objeto trocado, grafite, giz, carvão, lápis dermatográfico sobre papel e peça em porcelana. 1.50 x 50 cm

———-

March number 03., from the series Structures for invisible borders, 2016-17 (detail)

white paint on exchanged object, graphite, chalk, charcoal, dermatographic pencil on paper and porcelain piece. 1.50 x 50 cm

Back to Top